Newsletter

Autenticação
XIII CONTE | Flor Alma Espanca PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

cartaz para eventos 0005 peca4

 

Corria o ano de 1894. A noite era de sete para oito na cronologia dos dias. Foi nessa noite que em Vila Viçosa nasceu uma menina. O nome da mãe consta dos registos. Antónia da Conceição Lobo. E falamos da mãe porque, até á altura da sua nascença, o pai era incógnito. Apenas se declara como progenitor na noite do nascimento da filha. Dá pelo nome de João Maria Espanca. E nessa mesma noite o nome da nascida havia de ser feito. Assim ficou como Flor Bela de Alma da Conceição. É sempre bom quando tudo acaba em bem sabendo-se, de antemão, que
a nascida não era desejada nem do lado da mãe, nem do lado do pai. Porém nasceu. Sã e escorreita. E uma vida ia começar. 

GÉNERO I DRAMA
DURAÇÃO ESPETÁCULO I 55 MIN. (SEM INTERVALO)
CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA I MAIORES DE 12 ANOS

Texto:
Leandro Vale e Grupo de Teatro
Renascer
Grupo:
Grupo de Teatro Renascer
Cenografia:
Bricopal
Ambiente Sonoro:
Rui Soares
Desenho de Luz:
António Oliveira
Guarda-roupa:
Dizejo
Encenação:
Vera Gomes
Elenco:
Rita Marinheiro e Catarina
Ferreira (Narradoras)
Manuel Marinheiro (Pai)
Cátia Assunção (Mãe)
Leonor Alves (Florbela criança)
Vera Gomes (Florbela Espanca)
Rui Tavares (Rapaz 1)
Rui Nunes (Rapaz 2)
Cristiano Sá (Rapaz 3)
João Gomes (Alberto Moutinho)
Rui Nunes (António Guimarães)
Cristiano Sá (Mário Lage)
Armando Marinheiro (Homem)
Susana Duarte (Mulher)
Conceição Nunes, Maria Inês
Rocha, Carlos Costa, Jéssica
Soares, Fabiana Moreira (Coro)

 

 
Faixa publicitária